O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), em parceria com a Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 17 de maio, a Operação Restos da Maldade. A ação, que ocorreu no Distrito Federal e nos estados de Goiás e Minas Gerais, teve o objetivo de desmantelar esquema de lavagem de dinheiro que tinha como fonte quantias obtidas em assaltos contra bases de valor e carros-fortes.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão a fim de obter mais provas dos crimes cometidos. Os dois principais alvos da investigação estavam envolvidos na operação policial que resultou na morte de 26 assaltantes na cidade de Varginha (MG) em 2021.

Os investigadores descobriram que os alvos adquiriam imóveis com uso de dinheiro obtido ilicitamente, dentre os quais estão residências localizadas em Sobradinho.

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial