Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Após oito horas de julgamento, réu foi condenado a mais de 28 anos de reclusão em regime fechado

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de São Sebastião obteve, nesta terça-feira, 8 de fevereiro, a condenação de Fabiano de Sousa Eduardo pelo feminicídio da companheira, Claudinete Oliveira Barbosa. Após oito horas de sessão de julgamento, a pena foi fixada em 28 anos, 1 mês e 15 dias de reclusão em regime inicial fechado.

Os jurados reconheceram as qualificadoras apontadas pelo Ministério Público: motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio. Foi considerado agravante o fato de o crime ter sido praticado na frente do filho da vítima.

Para o promotor de Justiça Raoni Maciel, o caso é simbólico, pois demonstra a seriedade e o compromisso do sistema de justiça criminal do Distrito Federal no combate aos feminicídios. “A Polícia Civil agiu rápido, impedindo a alteração da cena do crime, e a polícia técnica fez um trabalho de excelência, reconstituindo integralmente a dinâmica criminosa a partir dos vestígios de sangue. Fabiano foi preso, processado e está condenado pelo Tribunal do Júri. Tudo isso em apenas dez meses”, afirmou.

Entenda o caso

O crime ocorreu  em 2 de maio de 2021, por volta de 10h30 da manhã, na casa onde os dois moravam, em São Sebastião. Após golpear a vítima no pescoço com um abridor de coco, Fabiano tentou simular a ocorrência de um acidente. Claudinete vinha demonstrando intenção de terminar o relacionamento, e o companheiro não aceitava a separação.

Processo 0703298-19.2021.8.07.0012

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.