Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Crime ocorreu no Condomínio Porto Rico, em Santa Maria

A Promotoria do Tribunal do Júri de Santa Maria obteve, nesta terça-feira, 25 de janeiro, a condenação de Caio Victor da Silva Alves pelo assassinato da então companheira, Eloá Fernanda Pontes dos Anjos. A pena foi fixada em 18 anos e 8 meses de reclusão em regime inicial fechado.

Os jurados reconheceram as qualificadoras apontadas pelo Ministério Público: asfixia (a vítima foi morta com um golpe mata-leão) e feminicídio (contexto de violência doméstica). A pena foi aumentada porque o crime foi cometido diante do filho da vítima, então com quatro anos de idade.

O feminicídio ocorreu em 25 de julho de 2020, no condomínio Porto Rico, em Santa Maria. Em uma briga, Caio atacou Eloá com um mata-leão. À Polícia, ele disse inicialmente que a mulher havia sido agredida em um assalto. Depois admitiu que cometeu o crime, mas alegou legítima defesa. A Promotoria recorrerá solicitando o aumento da pena.

 

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.