Imprimir

Oficina virtual foi realizada nesta terça-feira, 9 de novembro, e teve a participação de alunos do UniCeub

WhatsApp Image 2021 11 12 at 11.45.17 600 x 319A Coordenadoria Executiva de Autocomposição (Cauto) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) promoveu nesta terça-feira, 9 de novembro, Oficina de Comunicação Não-Violenta (CNV) com a participação de universitários do Centro Universitário de Brasília (Uniceub). O encontro, realizado virtualmente, integra o Programa de Incentivo à Autocomposição e teve como objetivo desenvolver habilidades comunicacionais para a disseminação da cultura de paz, a promoção da cidadania e o estímulo das soluções consensuais de conflitos.

As oficinas de Comunicação Não-Violenta estão inseridas nas ações do projeto “MP Solidário”, do MPDFT, e buscam levar um pouco da técnica da CNV para estudantes universitários. O público-alvo desta terça foram os alunos do projeto de extensão Violência contra Crianças, Adolescentes e Jovens (Vicaj), do UniCeub.

A vice-procuradora-geral de Justiça e coordenadora do programa de Autocomposição no MPDFT, Selma Sauerbronn, destaca a importância do projeto na vida profissional dos estudantes. “ Sem dúvida, o sucesso profissional requer o desenvolvimento de habilidades de comunicação  às interações  pessoais,  na perspectiva da cultura de paz."

Um dos participantes da oficina, o estudante do segundo semestre de Direito Esdras Guimarães, ressalta que o curso contribuiu para sua formação profissional e trouxe novos instrumentos também para a vida. “Em um cenário globalizado como esse em que vivemos, repleto de encargos e pressões, manter o decoro e, sobretudo, a calma, é uma virtude difícil de se conseguir sozinho, por isso foi tão importante ter os ensinamentos desse projeto. O conteúdo me conduziu a diversas reflexões, e a excelente didática permitiu que se incorporasse em minha vida. Por meio do projeto, nossa concepção sobre os outros se torna mais empática. Quanto à vida, creio que ela se torna mais leve quando aprendemos a arte de praticar a paz em nosso cotidiano. Ao final do curso, percebemos que a empatia evita a agressão mútua, e nos induz à tolerância”, disse.

A estudante Júlia Braga, também do segundo semestre de Direito, concorda com o colega. Para Júlia, “a experiência com a Oficina de Comunicação Não-Violenta foi de extrema importância para a formação pessoal e acadêmica. Com uma linguagem didática e clara, aprendi como devo me comportar nas minhas relações e buscar sempre compreender o próximo. Super indico a oficina e acho que todas as pessoas deveriam fazer!”.

Autocomposição no MPDFT

No MPDFT, a Autocomposição tem a proposta de garantir a Justiça e a disseminação da cultura de paz e cidadania na sociedade. A iniciativa se fundamenta na busca pela redução de ações judiciais por meio da mediação dos conflitos, pela negociação e demais mecanismos que juntos garantem a conciliação das partes.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial