Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A Promotoria de Justiça Militar do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios requisitou à Corregedoria da Polícia Militar do DF (PMDF) a instauração de inquérito policial militar para apurar a atuação da corporação no acampamento dos 300, instalado na Esplanada dos Ministérios. No documento, é apontado que a Polícia Militar teria tido informações de que manifestantes prepararam armamentos, com outros tipos de munições, para investidas contra órgãos públicos, conforme afirmou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, nesta terça-feira, 16 de junho.

O texto cita, ainda, a demissão do Subcomandante da PMDF, que teria ocorrido em decorrência do episódio. Promotores da Justiça Militar querem saber se houve a prática de crime de prevaricação, previsto no art. 319 do Código Penal Militar. A corporação tem 10 dias para instaurar o inquérito para apurar o fato.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.