Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado(Gaeco), do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), deflagrou nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, a segunda fase da Operação Checkout. As investigações são conduzidas em conjunto com a Força-tarefa de Combate à Corrupção na Saúde e visam desarticular esquema criminoso montado dentro da então Gerência de Hotelaria da Secretaria de Saúde do DF (SES/DF) para direcionar licitações.

Nesta fase, estão sendo cumpridas diligências no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), no Guará e na cidade de São Caetano do Sul/SP, numa empresa de turismo. As investigações apontam pagamento de propina a servidores públicos da SES/DF.

A primeira fase da Operação, deflagrada em junho de 2018, cumpriu 16 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, no Rio de Janeiro e em São Paulo. O Ministério Público investiga servidores da SES/DF e funcionários de empresas privadas envolvidos na possível fraude à licitação e corrupção na compra de macas, leitos de hospitais e outros tipos de mobiliários para unidades da rede pública. O esquema teria ocorrido em 2014, e as provas apontam para crimes de dispensa ilegal de licitação, fraude à licitação, emprego irregular de verbas do SUS em finalidades diversas das previstas em lei, inserção de dados falsos em sistema de informações, corrupção passiva e ativa e organização criminosa.

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.