Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

“A música que todos deveriam saber a letra”. Com esse título, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), com apoio da União Europeia, lançou, nesta segunda-feira, 10 de dezembro, campanha para celebrar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. O Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) apoia a iniciativa e divulgou o videoclipe em suas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram). A instituição também participou do tuitaço promovido pelo Ministério Público brasileiro no dia do lançamento.

O material pretende difundir os direitos humanos previstos na Declaração e torná-los amplamente conhecidos pela sociedade. A letra da música dá vida ao documento e traz os 30 artigos em versão musicada. Participaram do videoclipe a rapper Karol Conka, a cantora Daniela Mercury e sua esposa, Malu Mercury, e a presidente da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), Keila Simpson. Nenhuma delas cobrou cachê. A maioria dos atores também foram voluntários.

Com conceito minimalista, o videoclipe traz situações que revelam violações de direitos humanos. O refrão da música enfatiza que os direitos são devidos a todos: “São seus direitos, são seus direitos!”, destaca a letra. Além do videoclipe e da música, a campanha conta com outras peças de comunicação para mídia impressa e digital. O material completo pode ser acessado na página www.cnmp.mp.br/amusica.

Declaração

A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um marco no reconhecimento da dignidade da pessoa humana e da igualdade de direitos. Elaborado por representantes de vários países, o documento foi proclamado pela Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris, em 10 de dezembro de 1948, como um ideal comum a ser alcançado por todos os povos e nações. Também estabeleceu, pela primeira vez, a proteção universal dos direitos humanos e das liberdades fundamentais.

Desde sua adoção, três anos após a criação da Organização das Nações Unidas, a Declaração foi traduzida em mais de 500 idiomas e inspirou as constituições de muitos Estados e democracias recentes.

*Com informações do CNMP.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.