Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Iniciativa busca recompor a vegetação para proteger o reservatório e garantir água à população

A pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), será realizada, no próximo dia 9, mais uma ação de preservação ambiental na região do Lago do Descoberto. A partir das 9h30, ocorre a entrega simbólica de mudas de árvores nativas do cerrado aos produtores rurais participantes do projeto Descoberto Coberto. O evento ocorre no Haras Vale Feliz, na área rural de Brazlândia, e marcará o início do período de plantio 2016/2017. O objetivo é incentivar adesões, principalmente entre os chacareiros do Incra 9, em Ceilândia.

O Descoberto Coberto existe desde 2009 e promove, em colaboração com os produtores rurais da região, a educação ambiental na Área de Proteção Ambiental (APA) do Descoberto. Seu objetivo é reflorestar faixas desmatadas às margens do Lago do Descoberto e ao longo de cursos d'água e nascentes que o abastecem. As mudas são fornecidas por entidades parceiras. Os chacareiros, que aderem voluntariamente ao projeto, se responsabilizam por cuidar das árvores em sua propriedade. Já foram plantadas quase 200 mil mudas desde o início do projeto.

Parte das mudas doadas aos produtores foram produzidas com recursos vindos da aplicação de penas alternativas, propostas pelo Ministério Público, nos casos de prática de crimes ambientais. Para a promotora de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Prodema) Marta Eliana de Oliveira, o evento é uma oportunidade de mostrar à população a importância de unir os diversos segmentos da sociedade para fomentar ações que protejam o lago. A água que abastece 65% da população do Distrito Federal vem da Bacia do Descoberto. “Para termos água em quantidade suficiente e com qualidade é preciso recompor a cobertura vegetal que protege os mananciais. Plantar é a melhor maneira de evitar uma crise hídrica e de fazer as águas retornarem. Isso só se consegue com reflorestamento”, defende.

Entre os parceiros do Descoberto Coberto estão a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa), que o coordena; a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), que tem plantado mudas nas propriedades participantes; a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), que produzem e doam mudas aos produtores, além de orientar no plantio; a Associação Pró-Descoberto, que representa parte dos produtores rurais; o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), que coordena as ações de educação ambiental; o Haras Vale Feliz, que cede e mantém o espaço onde ocorrem os eventos do projeto; a empresa de reflorestamento Savana, que doou mudas este ano; outros órgãos e representantes da sociedade civil.

Serviço
Entrega simbólica de mudas do projeto “Descoberto Coberto”
Data: 9/12
Horário: 9h30
Local: Haras Vale Feliz (Núcleo Rural Alexandre Gusmão, Gleba 3, Chácara 285, Brazlândia)

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.