A 4ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon) ajuizou, nesta quarta-feira, 2/9, ação civil pública contra o Banco BMG S/A em razão da prática de condutas que afrontam o Código de Defesa do Consumidor. Dentre elas, o crédito de valores em conta-corrente de consumidores referente a empréstimos não contratados; a imposição de obstáculos ao pagamento antecipado de débitos; cobranças indevidas; a ausência de fornecimento de contratos aos consumidores e a imposição de dificuldade para a efetivação da portabilidade das dívidas.

A ação civil pública tem por objetivo a cessação das referidas práticas abusivas, a restituição em dobro das parcelas debitadas indevidamente dos consumidores após a quitação ou em função dos contratos que não foram assinados. Além disso, também pede a condenação ao pagamento de indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 14 milhões.

Processo: 2015011102209-7

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial