Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Os representantes da Promotoria de Justiça Especial Criminal de Taguatinga, das Delegacias de Taguatinga, Águas Claras e Vicente Pires e da Corregedoria-Geral de Polícia Civil se reuniram, no último dia 15, para tratar assuntos relacionados aos crimes de menor potencial ofensivo na região. Foram abordados diversos tópicos com o objetivo de estreitar o relacionamento entre os órgãos, de modo a agilizar os serviços prestados, na busca de uma boa atuação judiciária.

Os promotores de Justiça que participaram do encontro, Carlos Alberto Barbosa e Liliane Cardoso, destacaram que a atuação conjunta agiliza a remessa dos termos circunstanciados* e evita os retornos para diligências. Dessa forma, será possível dar uma resposta mais célere e efetiva ao ofendido e ao autor de crimes de menor potencial ofensivo ocorridos nas regiões de Taguatinga, Vicente Pires e Águas Claras.

*Termo circunstanciado: é o registro de um fato tipificado como infração de menor potencial ofensivo, ou seja, as contravenções penais e os crimes aos quais a lei comine pena máxima não superior a dois anos, cumulada ou não com multa. Deverá conter a qualificação dos envolvidos e o relato do fato. Serve como peça informativa para o Juizado Especial Criminal.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.