Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) expediu recomendação, na última quinta-feira, dia 22, aos presidentes da Terracap e da Novacap para que se abstenham de licitar, realizar, autorizar, empenhar, liquidar, reconhecer ou pagar quaisquer despesas relacionadas à reforma do Autódromo Internacional Nelson Piquet.

No documento, os promotores de Justiça ressaltam que o termo de compromisso assinado pelo ex-governador do DF Agnelo Queiroz com a Televisão Bandeirantes Ltda para realização do evento Fórmula Indy no autódromo é desprovido de força normativa capaz de implicar o erário distrital. O MPDFT afirma, ainda, que o contrato firmado entre a Terracap e a empresa de televisão está maculado de diversas irregularidades, além de ser lesivo aos cofres públicos.

Clique aqui para conferir a íntegra da Recomendação.

 

Saiba mais sobre a força-tarefa do MPDFT

O MPDFT criou um grupo de trabalho, formado em conjunto com o Ministério Público do Trabalho e o Ministério Público do Tribunal de Contas do Distrito Federal, para investigar e definir os responsáveis pela prática de atos que levaram ao descontrole nas contas públicas do Distrito Federal e à interrupção de serviços essenciais à população.

O objetivo da força-tarefa é apurar as responsabilidades civis e administrativas no desequilíbrio financeiro que ocasionou o atraso nos pagamentos de salários dos servidores e dos prestadores terceirizados, além da suspensão no fornecimento de bens e serviços indispensáveis.

.: voltar :.