Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Ouvidoria do MPDFT comemora 10 anos de existênciaA Ouvidoria do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios realizou, nesta quarta-feira, dia 24, evento em comemoração aos dez anos de implantação do serviço no âmbito da Instituição. A celebração foi aberta ao público e contou com a participação de membros, servidores, cidadãos e ouvidores dos Ministérios Públicos da União e dos Estados e de outras instituições públicas e privadas.

A comemoração foi organizada para possibilitar a reflexão sobre o papel das ouvidorias públicas e rememorar a trajetória da Ouvidoria do MPDFT ao longo da última década. Dinâmicas e apresentação teatral sensibilizaram os participantes. Entre elas, destaca-se a reprodução de manifestações reais recebidas de cidadãos que acessaram o serviço.

Para a ouvidora do MPDFT, Maria Rosynete de Oliveira Lima, o encontro foi oportuno para avaliar o trabalho e os resultados obtidos até agora. “Olhando para trás, vemos as conquistas acumuladas por todos que colaboraram nestes anos, especialmente o cidadão. Pequenas contribuições para uns, mas grandiosas para nós, que aprendemos a ouvir, a acolher e a ver a importância que tem este espaço de diálogo na vida das pessoas e para o aprimoramento institucional”, disse.

O evento contou ainda com as palestras do professor Rubens Pinto Lyra, que destacou o histórico da criação das ouvidorias no Brasil e no mundo, e do ouvidor-geral da União, José Eduardo Elias Romão, que discorreu sobre a participação social, a gestão e o controle no plano de atendimento das ouvidorias.

Depois das palestras, o público pode fazer perguntas e discutir os pontos apresentados. O debate foi intermediado pela subprocuradora da Justiça Militar e coordenadora do Serviço de Atendimento ao Cidadão do Ministério Público Militar, Lúcia Beatriz Magalhães de Mattos.

A procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal, Eunice Carvalhido, homenageada durante o evento, ressaltou a importância das ouvidorias como instrumento de aproximação da Instituição com a sociedade e reforçou a necessidade de que serviço receba o apoio de todo o MPDFT. “A Ouvidoria representa a voz e o sentimento do cidadão, a quem o Ministério Público tem a missão de defender. Para isso, não basta ouvir, não basta atender. É preciso responder com palavras e ações”, disse. Ao elogiar a atuação da equipe da Ouvidoria, ela destacou que a área cumpre o seu papel e deve ser vista como uma importante ferramenta de transformação social, uma vez que contribui para o aperfeiçoamento da gestão do MPDFT.

Durante o evento, o procurador de Justiça aposentado Renato Sócrates Gomes Pinto, idealizador da implantação de uma Ouvidoria no Âmbito do MPDFT, também foi homenageado. A viúva e as filhas de Renato Sócrates receberam das mãos da procuradora-geral de Justiça uma placa em reconhecimento ao seu trabalho. Também receberam homenagens o primeiro ouvidor do MPDFT, o procurador de Justiça Paulo Tavares Lemos, e a servidora Ellen Vieira da Conceição. Os integrantes da Ouvidoria agradeceram, ainda, à procuradora-geral de Justiça pelo apoio e atenção ao estruturar o setor com mais pessoal e instalações adequadas. Ao final do encontro, foi apresentado um vídeo institucional, produzido pela Coordenadoria de Comunicação, com informações sobre as atividades do setor.

Histórico

A Ouvidoria do MPDFT, idealizada pelo procurador de Justiça Renato Sócrates Gomes Pinto, foi instituída oficialmente em setembro de 2004. Só no primeiro mês de funcionamento foram cadastradas 72 manifestações. Atualmente, a ouvidoria atende cerca de 500 pessoas por mês. Desde a sua criação, o setor já recebeu 48 mil manifestações. Em fevereiro de 2013 começou a atuar na rede social Facebook. Além desse canal de comunicação, a ouvidoria também recebe manifestações por meio de atendimento pessoal, telefônico, formulário eletrônico, cartas e coleta em urnas distribuídas nas promotorias de Justiça do MPDFT.

Como falar com a Ouvidoria do MPDFT

  • Formulário eletrônico
  • Telefone: 127 ou 0800 644 9500 (gratuitas). Em dias úteis, de 2ª a 6ª, das 9h às 19h.
  • Atendimento pessoal: Eixo Monumental, Praça do Buriti, lote 2, sala 138, Sede do MPDFT Brasília-DF. Em dias úteis, de 2ª a 6ª, das 9h às 19h.
  • Coleta nas urnas das Promotorias de Justiça das cidades de todo o DF
  • Carta dirigida à Ouvidoria do MPDFT: Eixo Monumental, Praça do Buriti, lote 2, sala 138, Sede do MPDFT, Brasília-DF, CEP 70091-900.
  • Facebook: www.facebook.com/ouvidoriampdft
.: voltar :.