Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Tribunal do Júri de Taguatinga acatou a tese do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e condenou Roberto Pereira dos Santos a 19 anos de reclusão pelo homicídio de Gilearde dos Santos Barbosa. O julgamento ocorreu nesta terça-feira, dia 23.

O réu deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e meio que dificultou a defesa da vítima, além da destruição do cadáver.

Entenda o caso

O crime aconteceu no dia 10 de agosto de 2013, na região de Chácaras de Taguatinga. Santos e Barbosa eram amigos e, horas antes do homicídio, estavam juntos em um bar. Naquela noite, a vítima foi à casa de Santos cobrar uma dívida decorrente da venda de uma televisão. O réu não aceitou a cobrança e desferiu um golpe certeiro de faca. Depois, ateou fogo no corpo de Barbosa, utilizando de instrumento para a destruição do cadáver. Após queimar a vítima, Santos descartou os restos mortais.

Processo: 2013.07.1.028394-7

.: voltar :.