PDDC reuniaoSecAcaoSocialGDF1Na última terça-feira, dia 10, o coordenador dos Núcleos de Direitos Humanos, Thiago Pierobom, e o procurador distrital dos Direitos do Cidadão, José Valdenor Queiroz Junior, reuniram-se com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) para discutir a criação de políticas públicas e a reestruturação das unidades de acolhimento de moradores de rua. No Distrito Federal, há aproximadamente 2.500 pessoas que vivem nessa situação.

No encontro, os participantes destacaram a falta de abrigos públicos no DF. Há apenas um, o Albergue Conviver (Albercon), em Taguatinga. O local está em reforma e a previsão é que as obras sejam concluída no final de janeiro de 2014. Para minimizar esse problema, o secretário de Desenvolvimento Social, Daniel Seidel, informou que três albergues estão em construção nas regiões administrativas de Ceilândia, Planaltina e São Sebastião. Inclusive, trouxe documentação, com fotos, sobre o andamento das obras. O abrigo de Ceilândia está em fase de conclusão, com término previsto também para janeiro. Os outros dois estão no início das obras.

Os representantes do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ressaltaram a importância da criação de políticas públicas para os moradores de rua do DF. Para eles, essas ações sensibilizam a sociedade, diminuem a violência policial, a discriminação e garante os direitos individuais. Pierobom acrescentou, ainda, que são necessárias políticas públicas para reinserir essa população no mercado de trabalho.