Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Membros e servidores do MPDFT prestigiaram evento que contou com mais de 1,2 mil pessoas

O Dia Internacional de Combate à Corrupção (9/12) foi marcado no DF com a presença de mais de 1,2 mil pessoas na corrida e caminhada “Venceremos a Corrupção”. Com camisetas alusivas ao tema, cartazes e muita disposição, cidadãos comuns e autoridades resolveram, de maneira pacífica, fazer o seu protesto contra esse crime que corrói a base da sociedade, como disse a vice-procuradora de Justiça do DF e Territórios, Zenaide Martins.

“Eventos dessa ordem ajudam a conscientizar a população do mal que a corrupção traz. Você não vê de imediato a materialidade desse crime, em face da inexistência de um laudo cadavérico, de corpo de delito ou de arrombamento. Porém, os efeitos da corrupção aparecem quando você vê criança sem colégio, falta de hospital e pessoas sem emprego. A corrupção tem a ver com todos nós, pois todos sofremos. É preciso que a população reaja prontamente”, enfatizou Zenaide Martins.

Antes da corrida, um coral infantil, da Escola Cenecista de Brasília, cantou algumas músicas que refletem um pouco o que almeja a sociedade brasileira, como Dias Melhores, do Jota Quest: “Vivemos esperando dias melhores/Dias de paz, dias a mais/Dias que não deixaremos para trás”. A atriz e apresentadora Maria Paula, nascida e criada em Brasília, por acreditar na causa – ela não cobrou cachê – também prestigiou o evento. “Eu sou uma inconformada. É muito importante envolver a sociedade civil – o povão – para falar sobre corrupção”, acrescentou.

O coordenador no DF da campanha “O que você tem a ver com a corrupção?”, promotor de Justiça adjunto Paulo Vinícius Quintela, avaliou como positiva a participação do MP no evento, organizado pelo Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal (Sindilegis) e pelo Instituto de Fiscalização e Controle (IFC). “O MPDFT conseguiu articular com outras autoridades a participação no evento, o que demonstra que o MP Brasileiro está unido em torno do combate à corrupção. O órgão está do lado da sociedade e mostra a sua indignação contra esse crime”, comemorou.

Cerca de 150 integrantes do MP do DF e Territórios (MPDFT), do MP do Trabalho (MPT), do MP Federal (MPF) e do MP junto ao Tribunal de Contas do DF (MPTCDF) suaram a camisa, literalmente. Para o promotor de Justiça Wilton Queiroz, o evento dá visibilidade ao tema e marca a luta do MP para manter a prerrogativa do poder de investigar. “O combate à corrupção é um processo de educação que inclui a conscientização e a divulgação. A corrida é muito legal porque os parceiros na luta contra a corrupção – como a sociedade civil – se encontram. Você tem tudo isso e ainda pode se exercitar”, completou.

 

.: voltar :.