Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Os titulares das 2ª e 3ª Promotorias de Justiça Cível e de Defesa dos Direitos Individuais, Difusos e Coletivos da Infância e da Juventude, Oto de Quadros e Fabiana de Assis Pinheiro, realizaram, na última sexta-feira, dia 22, reunião para discutir questões acerca do processo de escolha dos conselheiros tutelares para o mandato 2013/2015. Estiveram presentes representantes da Secretaria da Criança, da Comissão Especial Eleitoral do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente e das Secretarias de Educação, de Publicidade e de Administração Pública.

Uma das pautas discutidas foi o plano de mídia a ser utilizado para divulgar as eleições. Os Promotores de Justiça questionaram o porquê da não veiculação da campanha em televisão e rádio em todas as fases da ação e ressaltaram a importância da mídia televisiva para ajudar na propagação de notícias sobre a eleição para conselheiros tutelares.“É inviável fazer uma campanha sem divulgar na TV porque não é possível obter tanto sucesso e disseminar a questão sem a televisão. Temos de priorizar as mídias que atingem mais pessoas”, destacou Oto de Quadros. O Promotor de Justiça também considera importante um texto simplificado para os folders e cartazes da campanha.

A Promotora de Justiça Fabiana Pinheiro acredita que com a veiculação da campanha em TV e rádio haverá mais candidatos. Além disso, ressaltou a necessidade de divulgar o trabalho dos conselhos tutelares, pois assim as pessoas entenderão melhor a atuação desses conselhos.

Foram discutidas ainda questões sobre o edital de convocação dos candidatos, o conteúdo programático do exame de conhecimento específico, a contratação da empresa que realizará o exame e a logística do processo de escolha dos cargos. A próxima reunião ocorrerá no dia 27 de julho.

Durante o encontro os representantes se comprometeram a encaminhar ao MPDFT:

a) as peças publicitárias relativas às fases do pleito eleitoral antes da veiculação na mídia;

b) até o dia 27 de junho, o projeto básico referente à contratação da empresa que realizará o exame de conhecimento específico para os cargos de conselheiro tutelar do DF, com as devidas alterações, e cópia de todo o processo administrativo da referida contratação, com a comprovação de que tais documentos foram enviados à Procuradoria do DF;

c) até o dia 27 de junho, o cronograma do grupo de trabalho constituído para tratar do conteúdo programático do exame de conhecimento específico para os cargos de conselheiro tutelar do DF;

d) até o dia 6 de julho, a organização do sistema operacional referente à logística do pleito eleitoral quanto ao cadastramento prévio, conforme acordado na reunião de 23 de maio;

e) até o dia 9 de julho, a estratégia de comunicação e o plano de mídia;

f) até o dia 25 de julho, a minuta de texto do edital de convocação de candidatos ao pleito eleitoral

.: voltar :.