Portal Direito e Saúde do MPDFT

Direito MPDFT Saúde

Toxoplasmose adquirida na gestação e congênita vigilância em saúde, diagnóstico, tratamento e condutas

Título: Toxoplasmose adquirida na gestação e congênita, vigilância em saúde, diagnóstico, tratamento e condutas
Autor: BREGANO, Regina Mitsuka; LOPES, Fabiana Maria Ruiz; NAVARRO, Mori Italmar Teodorico.
Local e Data: Londrina, PR, 2010.
Palavras-chave: Vigilância sanitária; toxoplasma gondii; toxoplasmose; diagnóstico; toxoplasmose tratamento; doenças parasitárias em gestantes; doenças congênitas.
Descrição física: Editora da Universidade Estadual de Londrina Campus Universitário Caixa Postal 6001 86055-900 Londrina – PR,
Formato: Livro - PDF
Resumo: Este manual foi concebido com o objetivo de introduzir alguns conceitos, sistematizar os conhecimentos existentes e nortear o Programa de Vigilância em Saúde da Toxoplasmose Congênita no município de Londrina. Cuidadosamente preparado, apoiando-se em extensa pesquisa bibliográfica e, sobretudo, tendo por alicerce o belíssimo trabalho que vem sendo desenvolvido por seus autores, tem potencial para ultrapassar os limites do município, tornando-se uma importante fonte de consulta para os profissionais da área da saúde. Ao contrário dos livros de texto tradicionais, que geralmente se aprofundam nos aspectos básicos e abordam superficialmente os procedimentos práticos, omitindo temas sobre os quais ainda não exista um consenso, este manual possui características que melhor atenderão às necessidades das equipes de saúde. Com base nas melhores evidências científicas disponíveis atualmente, os autores valem-se também de sua vasta experiência profissional para objetivar as condutas, inclusive em relação a alguns aspectos ainda controversos do manejo da toxoplasmose na gestante e no lactente, com uma abordagem realista das possibilidades da assistência à saúde em nosso País. Dessa forma, evitam deixar conceitos vagos ou delegar decisões que eventualmente ficariam a critério de profissionais menos experientes, ao mesmo tempo reconhecendo as atribuições da atenção básica e dos níveis mais especializados dos serviços de referência. Estão de parabéns os autores por esta iniciativa que afirma, uma vez mais, a posição de destaque que vem sendo ocupada pela equipe da Universidade Estadual de Londrina na busca pelas melhores diretrizes para o manejo da toxoplasmose na gestação e na forma congênita. Esta publicação é especialmente oportuna no momento em que a toxoplasmose está sendo reconhecida como importante agravo que deve ser objeto de vigilância epidemiológica no Brasil.

.: voltar :.