Portal Direito e Saúde do MPDFT

Direito MPDFT Saúde

Reflexões e contribuições para o plano integrado de vigilância em saúde de populações expostas a agrotóxicos do Ministério da Saúde

Título: Reflexões e contribuições para o plano integrado de vigilância em saúde de populações expostas a agrotóxicos do Ministério da Saúde
Autor: Márcia Moisés
Local e Data: Rio de Janeiro, 2012
Palavras-chave: Planejamento Ambiental –Saúde Ambiental –Agrotóxicos –Exposição Ambiental –Vigilância em Saúde –Vigilância em Saúde do Trabalhador
Descrição física: Eletrônico – Office
Formato: Artigo – PDF
Resumo: Neste trabalho realiza-se uma análise do processo de construção do Plano Integrado de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos do Ministério da Saúde (Plano Integrado do MS).A presente exposição possui como objetivo geral contribuir na discussão das estratégias do processo de integração em Vigilância em Saúde das Populações Expostas a Agrotóxicos no país, a partir da atuação dos diversos setores do MS envolvidos com a construção do Plano. Os objetivos foram conhecer os desafios da integração; subsidiar a implantação e consolidação e; propiciar uma discussão teórica das diversas vigilâncias e do processo de construção do Modelo Integrado de Vigilância em Saúde. A metodologia propôs realizar um estudo descritivo calcado na pesquisa qualitativa em saúde e organizado nas seguintes etapas: I) pesquisa documental dos relatórios e memórias do Projeto de Avaliação e Controle da Exposição Humana e Ambiental a Agrotóxicos no Distrito Federal e das versões do Plano Integrado do Ministério da Saúde (Plano Integrado do MS) e suas Diretrizes e II) realização de entrevistas com os integrantes do Grupo de Trabalho (GT) que organizaram o Plano. Como principais considerações, destaca-se que as pactuações realizadas expuseram processos conflituosos dentro do MS, quanto às aprovações do Plano Integrado e suas Diretrizes, tornando-se urgente a organização do Plano Operacional para que este seja implantado, como também é importante ressaltar que o Plano Integrado só terá sustentabilidade para as ações de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos se for organizado em processos participativos que contemplem amplos debates em eventos como os fóruns existentes ou que serão criados.

.: voltar :.