Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

MPDFT expede recomendação para evitar “carteiradas” de policiais civis em eventos

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) recomendou à Administração Superior da Polícia Civil do DF (PCDF) que promova alterações na Portaria 75/2007 - PCDF a fim de evitar "carteiradas”, ou seja, a utilização do cargo de policial para o acesso indevido a eventos, shows e atrações. O documento foi expedido pelo Núcleo de Investigação e Controle da Atividade Policial (Ncap) na última sexta-feira, 8 de março.

O MPDFT recomenda que a PCDF determine aos policiais que justifiquem à Corregedoria-Geral da Polícia, ainda que posteriormente, a necessidade ou conveniência de seu acesso e permanência, em razão da função, em casas de diversão pública e estabelecimentos semelhantes. Além disso, a portaria deve prever expressamente a proibição do consumo de bebida alcoólica pelos agentes nesses locais, quando a entrada for em razão do serviço. Atualmente, os agentes policiais já são obrigados a se identificar nos estabelecimentos sujeitos à fiscalização.

O documento foi enviado também ao Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar), que deve orientar seus filiados a registrar o ingresso de policiais civis, visando garantir que a entrada gratuita seja sempre em razão do serviço. O sindicato também deve comunicar à Corregedoria de Polícia ou ao Ministério Público eventuais retaliações por parte de policiais civis ou qualquer outra intercorrência aparentemente irregular.

Para o MPDFT, o uso indevido de carteira funcional pode configurar infração disciplinar, improbidade administrativa, crime de abuso de autoridade ou outra infração penal, conforme o caso. A recomendação considera que é proibido ao servidor valer-se do cargo para lograr proveito pessoal, em detrimento da dignidade da função pública.
O MPDFT requisita, ainda, que a PCDF e o Sindhobar informem, no prazo de 15 dias do seu recebimento, as medidas adotadas para a efetivação da recomendação. Clique aqui para conferir o documento na íntegra.

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.