Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Concurso universitário vai premiar melhor campanha publicitária de enfrentamento à corrupção

Estudantes terão o desafio de vender como produtos de necessidade básica e ferramentas de combate à corrupção a honestidade, a integridade e a cidadania participativa

Fortalecer o engajamento da sociedade em ações de prevenção e combate à corrupção, como embaixadores da integridade e da honestidade, por meio do exercício da cidadania participativa e do controle social de política e gastos públicos. Esse é o objetivo do Fest Rádio, concurso de criação de campanha publicitária voltado a estudantes de Comunicação do UniCeub, da Universidade Católica de Brasília e do Iesb. A iniciativa é da rádio Transamérica em parceria com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Os participantes devem entregar, até 14 de setembro, peças publicitárias que abordem o tema “Prevenção e combate à corrupção”. A campanha vencedora será veiculada nas 72 emissoras da Rede Transamérica e seu autor terá direito a vaga de estágio remunerado em agência de publicidade. Confira aqui o regulamento (alterado em 13 de agosto a pedido dos coordenadores dos cursos de Comunicação)

Na primeira fase do concurso, a coordenação do curso de Comunicação Social de cada faculdade deverá selecionar até três campanhas, que serão as suas representantes na etapa final do Fest Rádio. O vencedor será escolhido por uma comissão julgadora formada por integrantes do MPDFT, da rádio Transamérica, do CNMP e do mercado publicitário.

Cidadão contra a corrupção

A partir da próxima terça-feira, 7 de agosto, a promotora de Justiça Luciana Asper vai percorrer as faculdades participantes e conversar com os alunos sobre o programa “Cidadão contra a corrupção” do MPDFT. A ideia é contextualizar os estudantes em relação ao problema, apresentar os objetivos do concurso e inspirar os competidores a venderem, como produtos de necessidade básica, a honestidade, a integridade e a cidadania participativa.

Segundo a promotora de Justiça, os conceitos da campanha devem levar o público-alvo a perceber que a vivência prática de direitos fundamentais e de bem-estar e a mudança do quadro de corrupção no Brasil têm relação direta com o cumprimento de deveres pela sociedade. “Educação de excelência, saúde capaz de salvar vidas e tratar doenças, transporte digno, saneamento, infraestrutura, segurança, oportunidades de emprego e formação terminam por ser um reflexo da cidadania responsável e participativa e ao compromisso ético de cada um”.

O programa “Cidadão contra a corrupção” tem como objetivo principal levar a sociedade a refletir sobre o protagonismo do cidadão por meio da escolha da integridade e da cidadania responsável na construção de um país com corrupção residual, serviços públicos de qualidade e maior bem-estar coletivo.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.