Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

MPDFT obtém mais uma condenação por feminicídio

O Tribunal do Júri de Samambaia condenou, nesta terça-feira, 18 de abril, Teodorico Telis a 22 anos e 7 meses de reclusão, em regime inicial fechado, pelo assassinato e destruição de cadáver de sua enteada, Maria Lúcia da Silva Nobre. Os jurados reconheceram as duas qualificadoras sustentadas pelo Ministério Público: motivo torpe e feminicídio. O crime aconteceu em abril de 2016.

De acordo com o promotor de Justiça Gilberto Teles, a qualificadora de feminicídio ficou devidamente comprovada. “O autor e a vítima tiveram um relacionamento amoroso. O crime foi praticado por razões da condição do sexo feminino, envolvendo violência doméstica e familiar contra a mulher”, explicou. A denúncia constatou, ainda, que o motivo do crime foi torpe, pois o réu nutria um sentimento de posse em relação à vítima.

Relembre o caso

O condenado não soube aceitar o fim do relacionamento. Em 11 de abril de 2016, Teodorico estava na casa da vítima quando eles discutiram. Em seguida, ele foi até sua residência, pegou uma barra de ferro, atacou Maria Lúcia várias vezes e foi embora. Mais tarde, voltou ao local para conferir se a vítima estava morta e ateou fogo no corpo.Divisão de Jornalismo / Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-9198 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft

.: voltar :.