Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Acusada de participação em latrocínio de taxista em Brazlândia é condenada

A Promotoria do Tribunal do Júri de Brazlândia obteve, na última segunda-feira, 13 de março, a condenação de Daniella de Souza Vieira, acusada de participar do latrocínio do taxista José Soares Brandão. A pena foi fixada em 22 anos de prisão em regime fechado, sem direito a recorrer em liberdade. O Ministério Público recorreu da decisão pedindo o aumento da pena.

Entenda o caso

Em 4 de janeiro de 2017, por volta das 19h30, a ré e seu namorado Rogério Magalhães dos Santos Sousa embarcaram no táxi da vítima no Centro de Taguatinga em direção a Brazlândia. Na rodovia DF-180/BR-080, o casal anunciou o assalto. Sousa encostou uma espingarda nas costas da vítima enquanto Daniella recolhia o dinheiro, o aparelho celular e os pertences do taxista.

A vítima percebeu a aproximação de um carro da Polícia Militar e jogou seu táxi na frente da viatura, que parou. Nesse momento, Sousa efetuou um disparo nas costas da vítima, matando-a no local. Daniella foi presa e seu namorado tentou fugir, mas foi capturado. Ele está respondendo pelos fatos em outro processo e aguarda julgamento preso preventivamente.

Processo: 2017.02.1.000005-8

Leia mais
Acusados de assassinar taxista são denunciados

Divisão de Jornalismo / Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-9198 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft

.: voltar :.